Disputa de futsal em Pouso Alegre. Foto: Felippe Drummond/SEESPO esporte no estado já vive grandes emoções com os Jogos do Interior de Minas (JIMI), realizado pela Secretaria de Estado de Esportes (SEESP). De hoje (14) até domingo (18), Cataguases, Frutal, Jequitinhonha, João Monlevade, Montes Claros, Pitangui, Ponte Nova e Pouso Alegre recebem partidas de basquete, futsal, handebol e voleibol. Já pela manhã, as equipes de basquete masculino de Caeté e Itabirito se enfrentaram em João Monlevade, Território Metropolitano, com a vitória dos itabiritenses. “Foi um jogo excelente! No primeiro tempo fomos pressionados e tivemos um pouco de dificuldade para atacar, mas depois, a partir do segundo, o time entrosou e conseguimos melhores táticas e rotação no jogo. A ótima arbitragem também foi essencial para o andamento da partida”, conta o jogador Eduardo Braga. Para ele, a união entre os competidores, que estão juntos há quatro anos, foi essencial para vencerem, além de aumentar as expectativas para as próximas disputas. “Nós nos preparamos por muito tempo e viemos competir bem treinados. Queremos continuar com o nosso ritmo, fazer boas partidas, porque temos condições de lutar pelo título”, declara.

Entre as 974 disputas programadas na etapa microrregional entre 194 municípios passarão grandes nomes do desporto nacional, como é o caso de Wanderley Maia, o Leley, ex-jogador da Seleção Brasileira de Handebol e atual treinador da modalidade nos times ponte-novenses nos naipes feminino e masculino. Natural de Belo Horizonte, saiu da capital na década de 1980 e continuou a se dedicar ao esporte. “Quando mudei para Ponte Nova comecei a competir nos Jogos do Interior, depois fui para Juiz de Fora e disputei por lá. A última edição que joguei foi a de 2004, aos 50 anos”, conta. Pelo time juiz-forano, foi hexacampeão do JIMI.

“Ponte Nova é uma cidade que respira handebol, dos pequenos aos mais experientes. Quando voltei para a cidade, já conhecia muitos jogadores e demos continuidade aos treinos. A nossa equipe está sempre renovada, e com isso revelamos atletas”, afirma. Como exemplo da tradição do município, a jogadora Talita Alves do Concórdia (SC) foi convocada para a Seleção Brasileira Juvenil e já competiu nos Jogos de Minas Gerais. Para edição de 2017 do JIMI as expectativas estão altas, segundo o treinador. “Temos a pretensão, no masculino, de classificar e jogar até a terceira fase e sermos campeões. Já no feminino, apesar de estarmos jogando com uma equipe juvenil, também iremos buscar bons resultados”, declara.

Amanhã (15), o time de futsal feminino de Várzea da Palma, Território Norte, entra em quadra pela primeira vez em Montes Claros e as jogadoras esperam alcançar a classificação para a próxima etapa. “Para os Jogos treinamos várias vezes na semana. Temos sempre rivalidade com Montes Claros, com quem já disputamos muitas vezes as finais, mas buscaremos o título”, afirma a capitã Eliene Marques. No currículo, a competidora já participou de cinco conquistas da cidade nas fases microrregional e regional e desde lá aperfeiçoou as táticas do esporte, além de formar uma grande relação com a equipe. “O time é como uma segunda família. Treinar no dia-a-dia estabelece uma grande relação de amizade, nas quadras divido um grande momento com pessoas importantes para mim em uma coisa que amo, o esporte”, conta.

Etapas
A competição voltou ao formato original após ser substituída em 2012 pelos Jogos de Minas Gerais e é realizada em três etapas. Os jogos da primeira fase, a Microrregional, acontecem até o próximo domingo (18). As cerimônias de abertura serão hoje à noite nas oito cidades-sede. Confira aqui os horários e locais das solenidades. Ao final de cada dia de competição os resultados estarão disponíveis na página do JIMI.

Os campeões classificarão para a Regional, que será realizada entre 06 e 10 de setembro em quatro sedes: Itabira, Montes Claros, Pitangui e São João del Rei. Diferente do que aconteceu em 2016, as equipes classificadas serão agrupadas em apenas uma divisão.

A etapa Microrregional ocorrerá de 11 a 15 de outubro em Lavras, com os esportes coletivos, e nas modalidades individuais e PCD: atletismo (paralímpico e convencional), natação (paralímpica e convencional), ciclismo speed, ciclismo mountain bike, judô, karatê, taekwondo, xadrez, bocha paralímpica e basquete em cadeira de rodas.