Foto: Mateus Baranowski/FEMFAA primeira vez do futebol americano no Mineirão superou todas as expectativas. Na noite do último sábado (18), o Minas Locomotiva, nos segundos finais, virou a partida contra o GET Eagles e se sagrou tricampeão mineiro da modalidade. A partida, vencida pelos Reds por 21 a 17, levou 8720 pessoas ao Gigante da Pampulha. Para se ter uma ideia do feito entre as duas equipes belo-horizontinas, o público é superior a três partidas da nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Uma, inclusive, também ocorrida no dia 18, em Belo Horizonte. América e Coritiba levaram apenas 796 pessoas ao Independência, na vitória do Coelho, 2 a 1, sobre os paranaenses. Sport contra Fluminense e Vitória diante da Chapecoense também não conseguiram superar o público do futebol americano nas alterosas, 8065 e 7702 presentes, respectivamente.

O esporte que tem caído no gosto dos brasileiros levou mais pessoas ao Mineirão do que a média de público de oito equipes do Brasileirão (confira lista abaixo), incluindo três gigantes: Botafogo, Fluminense e Santos. O Secretário de Estado de Esportes, Carlos Henrique Alves, falou sobre a noite marcante na história esportiva de Minas Gerais. “Hoje foi um dia memorável que fica na história do esporte e do futebol americano aqui no estado. Jogar uma final no maior palco de Minas era um sonho para esses atletas. Temos que comemorar muito esse público superior a oito mil pessoas. Mais do que isso, é o esporte que comemora, é o esporte que celebra. E fico feliz em poder inserir no calendário do estado uma modalidade que veio para ficar”.

O sucesso do evento arrancou elogios de todos os lados. Samuel Lloyd, diretor comercial do Mineirão, comemorou a parceria e destacou a paz presenciada pelas torcidas. “Para o Mineirão, que é o maior palco do esporte mineiro, é uma honra receber a final do Campeonato Mineiro de Futebol Americano. Foi uma partida linda, emocionante. Temos que destacar também que as torcidas se comportaram de uma maneira que a gente esperava. Que todas as torcidas se comportem dessa forma pacifica e possam conviver tranquilamente. Então, nós queremos que o Mineirão receba mais partidas como esta. Por fim, foi uma grande honra receber este evento e o nosso museu vai ter um capítulo novo que será o futebol americano”.

Abraão Coelho, presidente da Federação Mineira de Futebol Americano, comemorou o sucesso e os avanços do esporte no estado. “Foi a realização de um sonho. Mais do que a realização de um sonho, é também uma promessa de conseguirmos fazer com que o esporte seja grande. Esse público todo no Mineirão demonstra que o mineiro gosta do esporte, que ele anseia por eventos assim”, comentou. O também jogador do Minas Locomotiva comenta sobre a trajetória: “Para mim, que vivi isso desde o começo, pensar que em dez anos de trabalho iríamos alcançar esse estágio de desenvolvimento é um sentimento de gratidão muito grande. No final da partida, olhei para os lados e vi aquela arquibancada cheia de gente torcendo e curtindo o espetáculo. Foi uma experiência única e espero que o esporte continue conquistando mais espaço no coração do mineiro”.

Confira a média de público de oito equipes do Brasileirão em comparação ao confronto entre GET Eagles e Minas Locomotiva:


Minas Bowl: 8.720
Coritiba: 7.974
Santos: 7.940
Figueirense: 7.253
Fluminense: 7.200
Chapecoense: 6.440
Ponte Preta: 4.879
Botafogo: 3.437
América: 1.566

Fonte: Federação Mineira de Futebol Americano (FEMFA)