Com Fábio Bernardes, o Brasil foi bronze na categoria Júnior. Foto: Divulgação/CPBOs paratletas mineiros fizeram história na Copa do Mundo de Tênis em Cadeira de Rodas. Na competição, disputada em Alghero, na Itália, na última semana, o Brasil fez sua melhor campanha de todos os tempos nos mundiais por equipes.

O time masculino, formado por Daniel Rodrigues e Rafael Medeiros, sob o comando do técnico Léo Butija, conquistou o sétimo lugar. Já o feminino, comandado pelo técnico Raphael Oliveira, de Uberlândia, e que contava com a atleta Meirycoll Duval, de Santa Luzia, encerrou a disputa na oitava posição.

Na categoria júnior, o mineiro Fábio Bernardes e o catarinense Jucélio Torquato conquistaram medalha de bronze.

O melhor resultado do Brasil em mundiais havia sido, no masculino, o nono lugar na Turquia em 2010; no feminino, 12ª posição na Suécia em 2007; e no júnior, a quinta colocação na Turquia em 2010.

Após a competição na Itália, o Brasil já garantiu vagas para os times masculino e feminino no mundial do ano que vem e não precisará disputar o qualificatório da América do Sul.

Paradesporto mineiro

Desde o início de 2017, a Secretaria de Estado de Esportes (SEESP) passou a contar com uma Coordenação do Paradesporto, uma conquista da pasta, que em março completou dois anos de existência de forma independente, sem ser ligada a outras temáticas, como ocorria em gestões anteriores.

A área foi inserida à estrutura da SEESP com o objetivo de identificar oportunidades, propor estratégias de ação, buscar parcerias e fomentar o desenvolvimento do esporte para deficientes no estado.