João Victor foi campeão microrregional do JEMG com o time de handebol da Escola Estadual da Vila Boa Vista, de Arcos. Foto: DivulgaçãoDesde cedo muitas das crianças e os adolescentes que participam dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), competição organizada pelas Secretarias de Estado de Esportes (SEESP) e Educação (SEE), recebem o estímulo para a prática esportiva de seus familiares.

A participação em disputas é algo de grande relevância para a educação do aluno-atleta João Victor Fonseca, segundo a mãe, Rossella Santos. “As competições incentivam meu filho a se envolver com uma atividade saudável, além de o esporte ajudar a tirar as crianças da rua e ser fundamental na formação de caráter. O fato de o Governo do Estado estar promovendo esta atividade é um incentivo a mais para ele buscar o esporte”, explica. De Arcos, Território Oeste, o adolescente de 12 anos foi campeão da etapa microrregional disputada em Nova Serrana e está garantido na fase regional. Ele faz parte do time de handebol da Escola Estadual da Vila Boa Vista.

Dos pais, também amantes do desporto, João recebeu o impulso inicial para se dedicar à prática esportiva. “Eu sempre gostei muito de esporte, fui jogadora de handebol, e o pai dele também. Quando João atingiu uma independência maior, eu já o levava para a escola de futebol. Tanto eu como o pai o incentivamos, levamos em todos os treinos e mostramos como é importante a presença neles. Também ensinamos a questão da disciplina – que sem ela é impossível atingir um objetivo”, destaca Rossella.

Para o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo, a família é um dos pilares para a formação de cidadãos e futuros atletas. “A família tem papel fundamental para que as crianças não desistam nas primeiras dificuldades. Apoiar, ir aos jogos quando possível, e mostrar a importância da prática esportiva para a saúde, a disciplina, é o que faz nossos jovens persistirem e obterem sucesso em sua trajetória pessoal, escolar e profissional”, ressaltou.

O encorajamento por parte dos familiares desde criança também foi significativo para que Paloma Miranda, de 14 anos, praticasse o handebol. “Quando mais nova já jogava futebol, o pai a levava para assistir aos jogos e, assim, aos poucos foi tomando gosto pelo esporte. Depois os amigos começaram a jogar e ela foi junto”, conta a mãe, Lidiana Miranda. Representante da cidade de Rio Espera, Território Vertentes, a estudante treina na modalidade há mais de três anos e é a terceira vez que participa da competição – em 2015 ficou com a medalha de prata e no ano passado foi campeã da fase microrregional. A partir desta segunda-feira (29), disputa os Jogos em Jeceaba, também no Território Vertentes.

“O JEMG a ajuda muito no desenvolvimento esportivo, ela que é apaixonada pelo handebol, e também o pessoal. E acho ótimo para a interação com os colegas e para conhecer mais pessoas. Não é bom quando a criança fica parada sem o esporte”, completa.

“Quando comecei foi bem difícil, não conhecia muito sobre o handebol, chegava em casa até desmotivada. Mas minha mãe e meu pai sempre me incentivaram e falavam que eu ia melhorar”, conta Paloma. A estudante também participa de torneios na cidade e nos municípios próximos. “É sempre bom ter jogos entre as cidades e entre as escolas porque a mantém ativa no esporte”, finaliza a mãe.

Microrregional

A primeira etapa dos Jogos, a microrregional, passa por 49 cidades do estado até o dia 18 de junho, divididas segundo as Superintendências Regionais de Ensino (SRE) da Secretaria de Estado de Educação (SEE). Os classificados para a fase regional foram conhecidos na última semana nas seguintes cidades: Januária (Norte), Montes Claros (Norte), Muriaé (Mata), Pedra Azul (Médio e Baixo Jequitinhonha), Prata (Triângulo Norte), São João Del Rei (Vertentes), Teófilo Otoni (Mucuri) e Varginha (Sul).

Nesta segunda-feira (29), teve início a 5ª semana de execução da microrregional, na qual alunos de 285 escolas de 124 municípios serão recebidos em Jeceaba e em mais outras seis cidades: Caratinga (Vale do Aço), Extrema (Sul), Frutal (Triângulo Sul), Mar de Espanha (Mata), Taiobeiras (Norte) e Unaí (Noroeste).

JEMG

O JEMG, o maior e mais importante programa esportivo-educacional do estado, é uma ferramenta pedagógica que valoriza a prática do desporto e a construção da cidadania de jovens alunos-atletas. Realizado pelo Governo de Minas Gerais por meio da Secretaria de Estado de Esportes (SEESP), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SEE), permite que todas as escolas de ensino fundamental e médio dos 853 municípios mineiros participem.

 

Saiba mais:

Com 830 municípios, JEMG tem recorde de inscritos

Com expectativa de 35 mil alunos-atletas, tem início o JEMG 2017

No JEMG, jovens participam pela primeira vez de uma grande disputa esportiva

Cidades que recebem o JEMG têm aumento na movimentação turística

Alunos-atletas que disputaram o JEMG participam de grandes competições nacionais