O paratleta Gabriel Araújo visitou a Toca II e conheceu os jogadores do Cruzeiro. Foto: Fabíola Pimenta/SEESPO Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é celebrado nesta quinta-feira, 21 de setembro. A data, instituída a partir do decreto de Lei nº 11.133 de 14 de julho de 2005, foi criada com o objetivo de conscientizar sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.

Ciente dessa demanda, o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Esportes (SEESP), vem trabalhando para ampliar o atendimento no âmbito do paradesporto em todos os territórios mineiros.

Paratleta realiza sonho

Para celebrar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Estado de Esportes viabilizou a realização de um sonho do paratleta de natação Gabriel Araújo, campeão dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) em 2015 e 2016 e detentor de três medalhas de ouro nas Paralimpíadas Escolares.

Acompanhado do secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo, o jovem de 15 anos, morador da cidade de Corinto, no Território Central, esteve na Toca da Raposa II para acompanhar o treinamento do Cruzeiro Esporte Clube, seu time do coração. Na oportunidade, Gabriel pôde conhecer e conversar com o zagueiro Léo, com o volante Henrique e com seu ídolo, o goleiro Fábio.

Depois de assistir ao treino dos jogadores, Gabriel ainda pode participar de uma resenha esportiva com o trio celeste e contar sua história para os jogadores, sua rotina de treino e seus planos como paratleta da natação. E, para abrilhantar o momento, o jovem participou de um bate-bola descontraído no campo da Toca II. E todos presentes ficaram impressionados com a habilidade, em campo, do atleta da natação. Ao final da agenda Gabriel concedeu entrevistas para a TV Cruzeiro e para a imprensa que estava no local. O diretor de Comunicação do clube, Guilherme Mendes, até comentou que o atleta já estava pronto, atendendo a imprensa com destreza.

Na oportunidade, o atleta conversou com Fábio, Henrique e Léo. Foto: Fabíola Pimenta/SEESPAlém de atender o sonho do jovem, o secretário chamou a atenção para o momento simbólico da iniciativa. “Estamos com um edital aberto da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. Clubes, Associações, prefeituras e outras entidades podem inscrever projetos para promover o treino de atletas, paratletas e times, entre outras modalidades de projetos. A empresa que apoiar, via deduções ficais do mecanismo, uma iniciativa como essa estará cumprindo o seu papel de responsabilidade social e, ainda, contribuindo com a projeção de um talento como o Gabriel”, contou Gontijo, que recentemente visitou Gabriel em Corinto.

Programas ampliam atuação

Para identificar oportunidades, propor estratégias de ação, buscar parcerias e fomentar o desenvolvimento do esporte para deficientes no estado, foi inserida à estrutura da SEESP, neste ano, a Coordenação do Paradesporto, vinculada à Superintendência de Programas Esportivos.

Também em 2017, o edital do programa Minas Esportiva Bolsa Atleta e Bolsa Técnico, publicado em agosto, apresentou como novidade a implantação do benefício específico para atletas paralímpicos e técnicos do paradesporto. Com isso, o número de esportistas atendidos salta de seis para 65 e, de treinadores, de sete para dez.

No ICMS Esportivo ano-base 2016, quase 30 mil pessoas foram beneficiadas pelas 128 ações cadastradas por 45 municípios como Atividades para Pessoas com Deficiência.

Já no JIMI, encontram-se abertas as inscrições para as modalidades paralímpicas que serão disputadas na etapa estadual entre 11 e 15 de outubro. Até o momento, 116 atletas garantiram a participação nas competições de atletismo, bocha, natação e tênis de mesa.

Jogos Escolares e Incentivo ao Esporte

Falta pouco para 63 alunos-atletas embarcarem para São Paulo rumo à disputa das Paralimpíadas Escolares. A competição, promovida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, acontece entre 20 e 25 de novembro na capital paulista com a participação de paratletas de todo o país. Os mineiros que participam da disputa obtiveram a classificação após participarem dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), que têm em seu programa onze modalidades paralímpicas: atletismo, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, natação, parabadminton, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, vôlei sentado.

Para fomentar a prática de atividades por pessoas com deficiência, foram aprovados, via Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, 32 projetos que contemplam o paradesporto nas dimensões rendimento, formação, educacional e social. Foram aportados para execução dos projetos R$ 695 mil de isenção fiscal do Governo de Minas Gerais.