Mecanismo da Secretaria de Estado de Esportes (SEESP), a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte foi tema de uma reportagem publicada no Jornal O Tempo, na última quinta-feira (2).

O mecanismo da SEESP foi destacado como a “principal fonte de recursos para formação de atletas”, utilizado por grandes clubes como o Minas Tênis, para a realização de projetos de formação de atletas. Inspirados no potencial de ganhos oriundos de renúncia fiscal do Governo de Minas Gerais, Atlético e Cruzeiro já se mobilizam para divulgar seus projetos de categorias de base e pedir a colaboração de seu torcedor.

Entrevistado para a matéria, o secretário de Estado Adjunto de Esporte, Ricardo Sapi, destacou os benefícios para a empresa ao se associarem ao mecanismo. “Buscamos intensificar nossos contatos com executores e as empresas, para que elas conheçam o mecanismo e queiram apoiar os projetos. É muito positivo para as organizações associar suas marcas a ações que melhoram a qualidade de vida da população e impulsionam o surgimento de talentos esportivos”, disse Sapi.

Minas Esportiva Incentivo ao Esporte
Por meio do programa de fomento à prática esportiva, 0,05% da receita líquida anual do ICMS que coube ao Governo de Minas Gerais podem ser direcionados pelas empresas contribuintes para apoiar atividades esportivas ou paradesportivas.

Desde 2013, quando a Lei Nº 20.824 que regulamenta a ação foi sancionada, foram aprovados 502 projetos que proporcionaram benefícios tanto para a população atendida quanto para as empresas apoiadoras. Desse total 171 projetos já foram executados ou estão em execução com recursos captados que ultrapassam os R$ 42,7 milhões. Já são mais de 101 mil beneficiários entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, de 64 municípios mineiros.

Saiba mais em: incentivo.esportes.mg.gov.br.